Gênese de Calcretes da formação Guabirotuba, Bacia de Curitiba, Paraná

DSpace/Manakin Repository

Gênese de Calcretes da formação Guabirotuba, Bacia de Curitiba, Paraná

Show full item record


Title: Gênese de Calcretes da formação Guabirotuba, Bacia de Curitiba, Paraná
Author: Cunha, Paola Viana de Castro
Abstract: Resumo: A Bacia de Curitiba (Mioceno-Pleistoceno) tem área atual aproximada de 3000 km². Coincide parcialmente com a região metropolitana da cidade homônima, situada no Sul do país. A bacia constitui depressão alongada de direção ENE, pertencente ao Sistema de Riftes Cenozóicos do Sul e Sudeste do Brasil. A Formação Guabirotuba, principal unidade sedimentar da bacia, é constituída por areias arcosianas localmente conglomeráticas e lamas, acumuladas sobre embasamento de rochas metamórficas e ígneas pré-cambrianas. Corresponde a depósitos de leques aluviais coalescentes e rios entrelaçados. Em alguns locais apresenta intervalos com cimentação carbonática (calcretes) nodulares e laminares, que podem constituir até crostas duras de espessura centimétrica. Os calcretes resultam da cimentação e/ou substituição do arcabouço dos sedimentos por precipitação de CaCO3 em processos edáficos (pedogênicos) ou relacionados com circulação de águas subterrâneas (freáticos). Em seções descritas em campo foram definidos três tipos de calcrete: 1) nodulares em fácies argilosas e/ou arenosas; 2) calcretes laminares em fácies arenosas, com maior cimentação que o anterior; e 3) calcretes de crosta dura em fácies arenosas, semelhantes ao tipo anterior, mas com maior cimentação que permite identificar em campo como intervalos endurecidos. A análise por petrologia óptica de seções delgadas e microscópio eletrônico de varredura (MEV) dos diversos intervalos revelou predominância de associação de microestruturas do tipo alfa, caracterizada por quartzo com bordas corroídas, além de feldspato e intraclastos, imersos em matriz micrítica a espática, com frequente preenchimento de fraturas por cimento de crescimento deslocativo do carbonato, indicando predominância de processos freáticos. No contexto freático houve intenso desenvolvimento de texturas micríticas a espáticas, que provavelmente destruíram feições originais pedogenéticas. Os eventos freáticos foram provavelmente mais intensos ou mais importantes que os pedogenéticos na formação destes calcretes.
URI: http://hdl.handle.net/1884/26941
Date: 2012-05-08

Files in this item

Files Size Format View
dissertacao paola atual.pdf 8.486Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account